segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Outros Crimes Exemplares - A desleixada.

Imagem: Dan May

Não, não fiz de propósito!
Sou um cabeleireiro de prestígio e muito habilidoso, mas qualquer um está sujeito a manias e eu, que não sou exceção, também tenho as minhas: detesto caspa.
Comecei a cortar o cabelo dela e as caspas molhadas pareciam farelos de aveia.
A princípio, fui indulgente e com toda a paciência retirava-as com o pente fino. Mas tolerância, convenhamos, também tem limites.
A frase indignada caspa, eu?, foi a gota d'água, digo, a pá de terra.
Comecei com uma pequena cutilada na nuca e, resoluto, fui até o fim.

Foi mais forte do que eu
Qualquer pessoa no meu lugar faria o mesmo.

Inês Mota



Share/Save/Bookmark

3 comentários:

Thiago Leite disse...

Pobre Edward, tão bonzinho, não cortaria uma mosca...

Dilberto L. Rosa disse...

Concordo com o Thiago: esse Edward é fogo!!! Não dá para confiar em quem tem tesouras em lugar de mãos! Rs. Sobre a ilustração: parece-me ser do próprio Tim Burton, que rascunha seus personagens antes de cada filme, uma vez que foi desenhista profissional (trabalhou até na Disney). Excelentes textos curtos, lembrando o bom fôlego de Pequenitudes! Parabéns sempre! Grande abraço!

Jens disse...

Oi Inês.
Caspa, nunca!
Mais um tiro literariamente certeiro.

Beijo.