terça-feira, 27 de julho de 2010

Cinzel

(Imagem colhida do site do artesão)


No lugar ermo da Caatinga que lembra o fim do mundo, o barro é arrancada a golpes de picareta pela mestre Bissinha.

Sob o olhar atento da discípula, aos poucos as preciosas entranhas da terra vão se avolumando em dois recipientes.
O maior, uma lata de querosene 'Jacaré'.
A, outra, uma embalagem de manteiga do programa americano 'Aliança para o Progresso'. A estampa retrata o aperto de mão imperialista recebido de bom grado pelo miserável do terceiro mundo.

No caminho de volta, o sol cozinha a pele e as bordas das latas lanham as mãos. As rodilhas de molambo inutilmente tentam cumprir a tarefa de minimizar a pressão da carga sobre as cabeças.

O quão insignificante é a fadiga diante da iminente recriação do mundo a partir do barro.

Share/Save/Bookmark

domingo, 25 de julho de 2010

Ontem

Imagem da Net

Os pés descalços no leito seco do  rio Piranhas. As mãos miúdas cavam em busca da granulação mais fina da areia que irá polir as panelas da mãe. 


Share/Save/Bookmark

Detalhe

Imagem da Net

Pela fresta do assento do ônibus vislumbram-se costuras de traços trôpegos e cores distintas na etiqueta que o homenzinho insite em manter na velha calça jeans.


Share/Save/Bookmark